economiacapixaba

Posts Tagged ‘Espírito Santo’

POR UMA ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO*

In Desenvolvimento Capixaba, Inovação, Política Pública on 26/04/2013 at 13:05

Por: Jorge Luiz dos Santos Junior

Terminal-de-VitoriaParece inequívoco na história econômica do Brasil que as estratégias de desenvolvimento estiveram diretamente orientadas por forças políticas territorializadas, capital industrial nacional e estrangeiro e por desejos particulares que ganhavam status de comoção ou compulsão nacional pelo desenvolvimento a qualquer custo. Destaque para os jargões: “Brasil, o celeiro do Mundo”, “50 anos em 5”, “crescer o bolo para o depois distribuir” entre outros.

O que observamos foi uma sucessão de estratégias deliberadas de desenvolvimento sem perspectiva temporal, na maioria das vezes acompanhadas por um ambiente externo favorável e pautadas em planos de desenvolvimento previamente elaborados, com foco no crescimento industrial para substituir importações. Porém, quando da presença de crises, o que se observava era um desvio de rota que se consubstanciava (e que ficou evidente nas décadas de 1980, 1990 e início dos 2000) em busca por estabilidade (política, financeira e econômica).

Continue lendo »

O NOVO REGIME AUTOMOTIVO E O ESPÍRITO SANTO

In Desenvolvimento Capixaba, Inovação, Uncategorized on 14/04/2013 at 11:52

Por: Profª Érika Leal, Caio Libalde Medici, Emanuel Modenesi Rangel, Marcos Aurelio Lannes Junior e Rodrigo de Rezende Teixeira*

1349389962631No curso de Engenharia de Produção do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes/Campus Cariacica), onde ministro disciplinas relacionadas à engenharia econômica, além das aplicações diretas das disciplinas nas organizações privadas, tenho uma preocupação de trabalhar com os alunos diversos assuntos relacionados à gestão pública, em função da crescente participação dos engenheiros de produção nas organizações públicas.

Assim, recorrentemente fazemos exercícios como o explicitado nesta resenha (que é uma versão resumida de um trabalho elaborado pelos autores), onde buscamos avaliar um conjunto de medidas adotadas pelo governo para fortalecer um segmento econômico, neste caso, o automotivo, e discutimos as implicações das medidas para regiões como o Espírito Santo.

Continue lendo »

O Espírito Santo e a reforma do Fundo de Participação dos Estados: alguns elementos para a discussão

In Finanças Públicas on 08/06/2012 at 10:22

Por: Ednilson Silva Felipe

Os estados e municípios, para cumprirem seu orçamento e desenvolverem todos os tipos de produtos/serviços que devem prestar à população – mantendo um nível mínimo de qualidade e eficiência – precisam lançar mão de recursos que, na maioria dos casos, extrapolam o que eles mesmos arrecadam. Por conta disso, os recursos provenientes de transferências governamentais são fundamentais para o bom funcionamento da máquina pública e do cumprimento de suas responsabilidades.

O quanto é importante os recursos proveniente desses fundos para cada estado depende (a) da capacidade própria de arrecadar e (b) dos custos totais que precisam arcar no cumprimento de suas responsabilidades. Em tese, quanto mais um estado ou município consegue arcar com tais custos com fontes próprias de recursos, menos dependentes se tornam dessas transferências. No Brasil são o FPE – Fundo de Participação dos Estados e o FPM – Fundo de Participação dos Municípios que principalmente cumprem essa função quando o redistribuidor é o Governo Federal.

Continue lendo »